Asnices no Facebook

Resultado de imagem para besteirasA DO DIA: O que me chama a atenção é que uma boa parte das pessoas que postam no Facebook simplesmente não sabem o que estão dizendo, pois estão habituadas a receber de modo passivo qualquer informação a respeito de qualquer assunto. Como disse nosso querido educador Paulo Freire, são leitores passivos, que não vão atrás de informação ou menos ainda tem senso crítico para fazer uma leitura ativa. Não são curiosos porque se acostumaram com o dolce far niente da televisão. Mais: creem firmemente que a vida é uma novela, só que não entenderam ainda nem o enredo e muito menos o roteiro.

Falam em conflito árabe-israelense, mas não sabem o que é a Fatah, menos ainda o Hamas. No entanto, estão convencidas, graças à fotografias divulgadas pela midia internacional e questões ancestrais de que os judeus estão errados. De que o Estado Israelense é expansionista, etc, mas não conhecem a história da região. Falam de INSS e não sabem como funciona. Falam de Dilma no mesmo nível que o fizeram aqueles que, educadamente, mandaram a Presidente do País para aquele lugar em que ninguém quer ir. Acham isso correto, civilizado. Compartilham asnices. Dizem um bando de insanidades e postam insanidades simplesmente por fazê-lo, porque não tem humildade e sabedoria para buscar uma informação não contaminada (ou pelo menos nem tanto).

Em política falam o óbvio, o que qualquer pessoa que não tenha o mínimo de educação política falaria. No entanto, existe uma parcela que é consciente (não por pensar igual ao que eu penso, mas por se informarem criteriosamente e, aí sim, colocarem seus pontos de vista, que devem ser respeitados) de modo adequado. Ainda bem que esses ou essas (maldita linguagem politicamente correta, invenção do Big Irmão do Norte) existem. Para essas ricas pessoas, o meu grande abraço, mas estou cada vez mais convencido de que é necessária uma pedagogia social, uma pedagogia que ensine a ler e a escrever e ter ideias com alguma base mais real.

Enquanto isso, o Facebook continua sendo o que é. Lugar para troca de ideias. Tem gente que acha que é consultório psiquiátrico. Não deixam de ter razão. Postado no Facebook em21/07/2014. HILTON BESNOS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s