Não há nada que não possa ser melhorado

Não há nada que não possa ser melhorado. De certo modo, as crises são geradas e regidas por pessoas, instituições e governos que detém poder para tanto. São poucas, são muito poucas, mas atrelam o mundo a seus interesses absolutamente maniqueístas. Isso não é teria da conspiração, mas tão-só a realidade.

No entanto, as pessoas comuns, as consumidoras patéticas, as preocupadas com seus empregos, as desiludidas a partir de um exame mais acurado da coisa real e do desenvolvimento do poder e de suas mutações, mesmo assim, e com todo o emaranhado que as cerca e as impele para bem longe das considerações e de educação que deveriam ter recebido, essas mesmas persistem.

Muitas por acreditarem em um mundo que se esfacela a cada dia, outras creem por motivos ideológicos, outras ainda por motivos solidários e pluriculturais; , não importam as motivações, mas, sim, o que elas executam. São as mesmas que criam, que produzem, que enfrentam enormes dificuldades mas que guardam em si mesmas uma alma humana, voltada para o futuro e, mesmo, para uma esperança cada vez mais rala e desamparada.

Não importa o que seja feito, mas que seja feito, e que mais possam aproveitar do que melhor existe. Utopia ou não, é nesse sentido que corre a solidariedade, o compromisso e as mudanças. Como disse Paulo Freire, ninguém ensina ou aprende sozinho, mas na presença um do outro, em comunhão.

Não somos ingênuos; contrariamente, temos de ser assim, até por uma questão de sobrevivência.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s